Olá!!!

Seja bem vindo ao blog "VOZES CABOCLAS"

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Flor de Aguapé


FLOR DE AGUAPÉ
Walmir Pacheco

Tapajós dos moleques, brincar de pira e de mergulhar
Das lavadeiras negras que se juntaram pra conversar
Rio das meninas moças que catam flores de aguapé
E reclamam do Boto porque?
Vira rapaz bonito e engana mulher.
Tua lua é mais acesa e de madrugada se enche de luz
Temos a mesma sorte nascer no norte que é o nosso lugar
Juro que poesia não vai faltar...
Quem sabe até quisesse, ao invés do norte correr pro sul
Banhar mulheres loiras, de pele brancas e olhos azuis
Ficar sem a mãe d’água sem ter a santa pra namorar.
Sem o Isoca pra te reger, ficar sem a cantiga do uirapuru
Ficar sem teus Poetas Maria José e Alter do Chão.
Mas, longe da pequena índia morena da cor do açaí
Tu ias secar e saudades do povo daqui...

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Adoro cantar essa música! É incrivel que quando canto, sinto uma sensação tão boa! Vejo a história do nosso povo, da nossa beleza... É uma música de arranjo simples, mas que contagia o público em todos os shows. Essa é uma que não pode faltar!
    Obrigado Walmir Pacheco, pelo presente que deste a nossa "Pérola do Tapajós".

    Cleiton Assis (Vozes Caboclas)

    ResponderExcluir
  3. Estive ontem na residencia do Valmir, onde ele me mostrou o recem lançado cd, canta amazonia, do grupo imbaúba, que tem a frente o poeta amazonense celdo braga, o qual foi incluída a cançao flor de aguapé do meu amigo de infancia, valmir pacheco.
    Parabéns, Valmir, por mais esse êxito. Obrigado, Celdo, por reconhecer nossos valores.
    MEU IRMÃO VALMIR, prossiga sempre sonhando com dias melhores para nossa terra.

    ResponderExcluir
  4. Amo minha terra!!
    Tenho orgulho de viver aqui e não nego minhas raizes...
    Parabéns pelo trabalho,,, essas canções são nossa identidade!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Onde posso baixar essa musica ??

    ResponderExcluir